telefone

Wordpress Realmente é bom para SEO?

Você já pensou por um momento que a plataforma Wordpress pode não ser tão boa nos dias de hoje em questões de SEO e de Rankings nas buscas?

Hoje em dia existem diversos plugins que prometem fazer tudo sozinho e de forma automatizada o trabalho de SEO para seu site, mas será que o Google entende o trabalho desses plugins de forma correta? A grande maioria dos plugins do Wordpress são scripts de código que às vezes podem atrapalhar o entendimento do robô de busca prejudicando o posicionamento do seu site.

Diante de problemas como esse vamos falar um pouco sobre alguns fatores de SEO que impactam diretamente no posicionamento do seu site e podem estar seriamente vinculados ao Wordpress sem que você saiba disso.

Velocidade de carregamento das páginas

Hoje em dia uma das principais preocupações do Google é dar ao usuário a melhor experiência possível nos resultados de pesquisa e digamos que o fator de tempo de carregamento passou a ser primordial e obrigatório para qualquer site que deseje estar nas primeiras páginas dos resultados de busca.

Fizemos alguns testes com nosso site criado no Wordpress e nosso site em simples páginas em HTML. O mesmo conteúdo, as mesmas imagens e o mesmo layout. O único diferencial é que o site em Wordpress estava com plugins e linhas de códigos automatizadas para facilitar o trabalho de gestão de conteúdo dentro do site. Já no site em HTML criamos uma página específica onde listamos todos nossos artigos, e a otimização dentro do site foi feita em códigos dentro do próprio HTML.

Nosso site estava no inicio da segunda página do Google para o termo “SEO” e depois que colocamos o mesmo site em Wordpress caímos para a quarta página do Google.

Outro teste que realizamos é que o tempo de carregamento entre uma página HTML e uma página dentro do banco de dados do Wordpress é muito diferente, sendo que na página HTML a página carrega quase que imediatamente, mas já no Wordpress demora cerca de 3 segundos. Isso ocorre por que na página HTML o conteúdo já está no código e fica muito mais fácil para o entendimento do robô de busca, mas já no caso do Wordpress o conteúdo precisa ser buscado no banco de dados para depois ser exibido e isso depende também da qualidade e velocidade do seu banco dados, ou seja, se o banco de dados não for bom com certeza à resposta do servidor será muito mais lenta fazendo com que a página carregue mais devagar.

O Perigo dos Plugins

Uma das grandes vantagens de se ter um site em Wordpress é que na maioria das vezes o usuário não precisa conhecer nada sobre programação de sites para criar seu site e nem precisa ser nenhum gênio para administrar suas postagens e conteúdos.

Esse é o grande problema. O usuário instala todos os plugins possíveis para deixar seu site animado e bonito e nem se dá conta que quanto mais plugins ele instalar mais lento vai ficar seu site. E muito pior que isso, existem muitos casos de termos problemas de conflitos entre plugins, ou seja, um plugin pode atrapalhar o funcionamento do outro e vice versa.

Esse é o nosso foco nesse tópico. Em questões de SEO o Wordpress tem diversos plugins que podem facilitar nossa vida, mas também podem acabar com o SEO do seu site caso não sejam configurados corretamente ou caso tenham conflitos com outros plugins instalados no seu site. O grande problema desses plugins de SEO é que são todos automatizados e fica difícil confiar 100% neles, pois são scripts que mostram tags de relevância e de títulos e keywords dentro do código e por muitas vezes esses plugins não funcionam ou precisam de atualizações constantes e se não atualizar eles simplesmente param de funcionar.

Enfim, quando o assunto é SEO não adianta tentarmos automatizar funções. Digamos que é como diz o velho ditado, “Se você quer uma coisa bem feita, faça você mesmo”. Com certeza dará mais trabalho para administrar o conteúdo, links internos e etc, mas no fim vai valer a pena.

Wordpress ou HMTL?

Bom diante de nossos testes e estudos sobre assunto não recomendamos desenvolver um projeto de SEO junto à plataforma Wordpress. Digamos que na questão de gestão e administração de conteúdo a plataforma é fantástica, mas no quesito de implementação, administração e modificações em questões de SEO interno no site pode se tornar um pesadelo para o posicionamento do seu site.

Recomendamos o uso do HTML puro e simples seguindo padrões da WC3 e usando as principais Tags dentro de sua página. Tags como o TITLE, H1,H2,H3...etc de forma coerente e claro, criando sempre um conteúdo de qualidade utilizando as principais palavras-chave que desejamos rankear naquela página.

Entendam que quanto mais simples estiver seu código mais fácil será para o robô do Google entender seu conteúdo e, dependendo da qualidade, seu site poderá ganhar melhor posicionamento muito mais rápido.

Para terem um exemplo de como a coisa é sério segue um caso de gravissimos erros em um plugin muito famoso de SEO no Wordpress. Confiram!

Data de Publicação: 27/07/2014